loading

Laje Treliça, Saiba O Que É, Como Funciona e Quando Usar



Laje Treliça, Saiba O Que É, Como Funciona e Quando Usar

Laje treliça: o que é, como funciona e quando usar


A laje treliça é um sistema pré-moldado leve e, por esse motivo, causa menor estresse à estrutura de sustentação das obras.
A laje treliça foi criada na Europa com o objetivo principal de baratear os custos dos projetos. Isto é, criou-se um sistema pré-moldado com o objetivo de ser um intermédio das lajes tradicionais de concreto, na qualidade e também no valor. Por esse motivo, ela é uma das opções mais usadas em obras e construções.
Esse tipo de laje treliçada passou por melhorias ao longo dos anos que garantiram ainda mais qualidade, por um menor custo.
Saiba mais sobre as vantagens da laje treliça e os cuidados necessários durante as obras.

Como funciona a laje treliça


A laje treliça é uma laje pré-moldada composta por uma espécie de armadura de ferro em formato de treliça (por isso o nome), em que os vãos disponíveis entre a estrutura precisam ser preenchidos com materiais de EPS (isopor) ou com lajotas/blocos cerâmicos específicos para esses pequenos vãos.
Seu tamanho é variável, entre 12 e 30 cm, apresentando características como proporcionar uma maior facilidade na hora de realizar recortes nas tubulações, além de reduzir o peso, com cargas menores nas estruturas, e mantendo um isolamento térmico e acústico do ambiente. Por isso é utilizada em todo o mundo, pois é prática e ainda suporta grandes cargas.

Quando usar


Idealizada justamente por ter um preço e mão de obra menores que as lajes de concreto tradicionais, a laje treliça - seja preenchida com isopor (EPS) ou com cerâmica - é extremamente indicada para ser usada em qualquer obra residencial, comercial e até industrial, de pequeno ou médio porte.

Por que usar


Apesar de ser muito conhecida e bastante utilizada em todo o mundo, ainda restam algumas dúvidas sobre usar ou não a laje treliça na obra da sua casa ou empresa. Esse tipo de laje (treliça) apresenta inúmeras vantagens quando comparada com os sistemas tradicionais das obras, como:

  1. Não precisar de uma mão de obra específica para sua instalação;
  2. Redução de demandas de escoramento, bem como diminuição de resíduos de construção;
  3. Maior flexibilidade na arquitetura, vencendo os grandes vãos da estrutura.

Além disso, por ser uma laje leve (quando comparada com a tradicional, por exemplo), a treliça ainda proporciona agilidade na construção, pois seus preenchimentos garantem uma estrutura menos pesada e com uma menor carga. E ainda, com já citamos, uma das maiores vantagens é a economia no orçamento da obra.
Contudo, é preciso estar atento à segurança e qualidade dos materiais usados, sobretudo dos EPS, pois é preciso apresentar e garantir uma resistência mínima. E é preciso de acabamentos, seja com gesso ou com reboco, afinal, é uma laje!

Projetos e ABNT


Ao optar pelas lajes treliças é preciso estar ciente de que é necessário seguir e atender todos os critérios presentes na ABNT NBR 6118 - Projetos de estruturas de concreto. É a partir dela que são realizadas as, em média, quatro etapas de instalação: desde as vigotas treliçadas até a concretagem de toda a estrutura.
A Tijolaje está no mercado desde 1987 com a missão de buscar soluções na produção e fornecimento das lajes do sistema treliçado, seguindo todas as normas técnicas com tecnologia, segurança, qualidade e economia!

COMPARTILHE